Portal do Programa de Oncobiologia

Programa interinstitucional de ensino, pesquisa e extensão em biologia do câncer

Módulos Oncobiologia

GlicoBiomarcadores em Câncer
Período
17 a 21 de agosto de 2015

Horário
09h – 12h
13h – 17h

Número de vagas
12 vagas para alunos de Pós-Graduação

Avaliação
Participação nos seminários

Coordenadores/Professores
Jose Osvaldo Previato [IBCCF-UFRJ] Leonardo Freire de Lima [IBCCF-UFRJ] Lucia Mendonça Previato [IBCCF-UFRJ]
Marcia Alves Marques Capella [IBCCF-UFRJ]

ProfessoresVisitantes
Celso Albuquerque Reis [Instituto de Patologia Molecular e Imunologia, Universidade do Porto,
Porto, Portugal]
Roger Chammas [Faculdade de Medicina, USP]

Programa

17-08-2015

Prof. Roger Chammas
Microambientes tumorais e evolução de cânceres

Dr. Leonardo Freire de Lima
Glicobiologia do câncer

DISTRIBUIÇÃO DE TEMAS PARA OS SEMINÁRIOS DOS ALUNOS

18-08-2015

Prof. Roger Chammas
Galectina-3 e seu papel na adaptação de células tumorais em
diferentes microambientes

Prof. Celso Albuquerque Reis
GlicoBiomarcadores em câncer: O modelo da carcinogênese gástrica

Prof. Marcia Alves Marques Capella
O câncer e a resistência a múltiplas drogas

Dr. Leonardo Marques da Fonseca
Glicobiologia e resistência a múltiplas drogas
19-08-2015

Dr. Leonardo Freire de Lima
GlicoBiomarcadores na transição epitélio mesenquimal (metástase)

Prof. Celso Albuquerque Reis
Novas estratégias de glicoproteômica e aplicações clínicas



20-08-2015

Seminários
Discussão dos temas apresentados nos seminários

21-08-2015

Seminários
Discussão dos temas apresentados nos seminários


Ementa

Glicosilação é a mais freqüente modificação pós-tradução em proteínas de superfície celular. Proteínas e lipídios ligados covalentemente à glicana estão envolvidos em diferentes processos biológicos, como no enovelamento e tráfego de proteínas, nas interações célula-célula e célula matriz, na diferenciação celular, na fertilização e na resposta imune. As glicoproteínas e os glicolipídios modulam o fenótipo da célula cancerosa, alterando o contato entre a célula e o microambiente tumoral, facilitando alguns processos como a resistência a drogas e a metástase. As modificações no perfil de glicosilação de moléculas de adesão da superfície celular como ligantes de selectina, integrinas e mucinas estão envolvidas na patogênese de vários tipos de tumores, podendo ser utilizadas no prognóstico e diagnóstico para diversos tipos de câncer.
Neste mini-curso será dada ênfase ao significado funcional das alterações no padrão de glicosilação celular em relação à adesão celular, ao tráfego e a cascata metastática; ao prognóstico; às implicações terapêuticas e resistência a múltiplas drogas; e as recentes descobertas na desregulação da glicosilação na célula cancerosa.

Referências

Stowell SR, Ju T, Cummings RD. Protein glycosylation in cancer. Annu Rev Pathol. 10:473-510, 2015.

Perego P, Gatti L, Beretta GL. The ABC of glycosylation. Nat Rev Cancer. 10: 523, 2010.

Reis CA, Osorio H, Silva L, Gomes C, David L. Alterations in glycosylation as biomarkers for cancer detection. J Clin Pathol. 63: 322-329, 2010.

Christiansen MN, Chik J, Lee L, Anugraham M, Abrahams JL, Packer NH.Cell surface protein glycosylation in cancer. Proteomics. 14: 525-546, 2014.

Taniguchi N, Kizuka Y.Glycans and cancer: role of N-glycans in cancer biomarker, progression and metastasis, and therapeutics. Adv Cancer Res. 126: 11-51, 2015.

design manuela roitman | programação e implementação corbata